PERSPECTIVAS

Perspectivas

Perspectiva (visão): é um aspecto da percepção visual do espaço e dos objectos nele contidos pelo olho humano. Depende de um determinado ponto de vista e das condições do observador.

Perspectiva (cognição): é a escolha de um contexto ou referência (ou o resultado desta escolha) de onde se parte o senso, a categorização, a medição ou a codificação de uma experiência, tipicamente pela comparação com outra.

Porquê “Perspectivas”?
Durante meses, reflecti sobre os motivos que poderiam levar-me a voltar à escrita e à criação de um blog sobre fotografia.
Sobre fotografia? Como assim? Sobre as minhas fotos? Falar de fotografos? Dicas técnicas? Ou algo diferente? E diferente em que sentido?
Cedo concluí que a diferença da obra que deixamos neste mundo está directamente relacionada com a força do cunho pessoal que lhe imprimimos. Portanto, só poderia escrever sobre a minha vivência fotográfica, em todos os seus aspectos, desde da geração dos conceitos, até ao resultado final, passando pelo relato das dificuldades, das aprendizagens e tudo o resto que envolve este acto criativo.
Muito bem. Já sabia a direcção que tinha de tomar sem estar, no entanto, ciente de qual seria o caminho em concreto que iria percorrer. Algo normal, não vos parece? Mas antes de começar precisava, como em todas as jornadas, de um ponto de partida. De um inicio. De um mote que caracterizasse a viagem: de um titulo.

Não é fácil reduzir o somatório de um conjunto de ideias, objectivos e conteúdos a uma única palavra. Tenho agora a certeza, depois desta experiência, que muitos escritores decidem qual o titulo do seu livro, apenas depois de estar concluído. Para além disto, voltando ao tema da originalidade e do cunho pessoal, teria de ser algo que reflectisse a minha visão particular da fotografia.
Sendo toda a fotografia uma percepção visual, que envolve um ponto de vista e que depende das condições do próprio observador: equipamento, posição, estado emocional, etc. – é obvio que esta seria uma boa candidata para titulo. Mas o que realmente me convenceu foi o significado ao nível cognitivo: a fotografia é resultado de uma concepção mental de uma imagem que pode ser apenas a visualização de algo, cuja adjectivação pode ir do “belo” ao “dramático”, passando pelo “interessante” e pelo “vulgar”; mas também é resultado de tudo o que somos como pessoas, o inato e o adquirido: a nossa origem, educação, dons, razões e desejos. Tudo o que moldou e ainda molda a nossa maneira de como percepcionamos o mundo.

Aqui irei apresentar “Perspectivas”.
Aqui irei escrever sobre as minhas “Perspectivas”.
Aqui tentarei demonstrar como obter outras “Perspectivas”.

Nota:
A palavra “Perspectivas”, surgiu durante uma palestra sobre fotografia de um amigo e excelente fotografo que tem sido fonte de inspiração em muitos momentos e por isso aqui fica o meu agradecimento ao Joel Santos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s